Análise aponta 8 praias impróprias para banho no Rio

Pular sete ondas na virada do ano para atrair sorte em 2009 vai exigir cuidado na escolha da praia no Rio de Janeiro. A capital fluminense tem oito praias impróprias para banho e duas com trechos poluídos, de acordo com a medição feita hoje pela Fundação Estadual de Engenharia do Meio Ambiente (Feema) em 15 praias da cidade.

Agência Estado |

O banhista deve evitar as praias do Leblon, Flamengo, Botafogo, Urca, São Conrado, Barra de Guaratiba, Ramos e Ilha do Governador. Em Ipanema, não é recomendável se banhar próximo ao Canal Jardim de Alah. Na Barra da Tijuca, deve-se evitar o trecho entre o Quebra-Mar e Corpo de Bombeiros.

No entanto, as praias do Leme e de Copacabana, onde acontece uma das maiores festas de réveillon do País, estão liberadas para banho. Arpoador, Praia Vermelha e Grumari também tem boas condições de balneabilidade.

Niterói

O banhista também deve ter atenção com a qualidade da água em Niterói. Apenas três das 13 praias monitoradas pela Feema estão próprias para banho - Itacoatiara, Camboinhas e Piratininga. Não é recomendável se banhar em Gragoatá, Boa Viagem, Flechas, São Francisco, Charitas, Jurujuba, Eva e Itaipú. Na Praia do Adão, o banhista deve evitar o trecho com extravasamento de águas pluviais e, em Icaraí, as proximidades do Canal Ary Parreiras.

Leia mais sobre: praias impróprias para banho

    Leia tudo sobre: praias

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG