Anadarko anuncia bom resultado de teste no pré-sal de Campos

SÃO PAULO (Reuters) - A petroleira norte-americana Anadarko anunciou nesta terça-feira que foi bem-sucedida no teste de produção realizado no poço Wahoo 1, no pré-sal da bacia de Campos. A empresa, que detém 30 por cento do bloco BM-C-30, onde está Wahoo, sendo também a operadora no consórcio, disse que verificou vazão de 7.500 barris diários de petróleo de 31 graus API, produto mais leve e de maior valor que o normalmente produzido no Brasil.

Reuters |

A vazão média foi limitada pelos equipamentos e também foi verificada a produção diária de 4 milhões de metros cúbicos de gás natural associado.

"Esses são resultados bastante sólidos para o primeiro teste de produção no pré-sal do campo de Wahoo", afirmou Bod Daniels, vice-presidente para Exploração Global da Anadarko, em comunicado.

"O teste confirma a classificação de classe mundial para o reservatório, e com base nos dados coletados, nós acreditamos que esse poço poderá produzir mais de 15 mil barris por dia", acrescentou Daniels.

A companhia pretende agora mover os equipamentos para o poço Wahoo 2, que está a aproximadamente 8 quilômetros ao norte do poço original.

Os testes que estão sendo realizados no local irão alimentar o projeto para o futuro sistema de produção no bloco, que tem reservas estimadas em 300 milhões de barris.

São parceiros da Anadarko no bloco a Devon Energy Corp, com 25 por cento, a IBV Brasil Petróleo Limitada (subsidiária de Bharat PetroResources Limited e Videocon Industries), com 25 por cento, e a SK Energy Co Ltd, com os restantes 20 por cento.

(Reportagem de Marcelo Teixeira)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG