Anac estuda liberar mais voos no Santos Dumont

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) planeja liberar o Aeroporto Santos Dumont, no Rio, para voos diretos entre capitais em meados de março, informou hoje o diretor da agência, Marcelo Pacheco dos Guaranys. Ele esteve presente nesta quinta-feira na audiência pública para debater esse tema, realizada na sede da Anac, no centro do Rio.

Agência Estado |

Participaram do encontro autoridades municipais e estaduais do Rio, contrárias à liberação.

O secretário estadual de Desenvolvimento do Rio, Júlio Bueno, afirmou que o governo fluminense pode entrar na Justiça para que se preserve a atual condição do aeroporto: ponte aérea e voos regionais. Guaranys explicou que a liberação do Santos Dumont se dará por meio da revogação da portaria 187 do extinto Departamento de Aviação Civil (DAC, que antecedeu a Anac). Essa portaria limita as operações do Santos Dumont, por meio de proibições como a de voos diretos entre capitais.

Segundo Bueno, a abertura do Santos Dumont para voos nacionais poderia resultar num esvaziamento do Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim (Galeão), o que poderia comprometer a Copa do Mundo de 2014 e a candidatura do Rio para as Olimpíadas de 2016.

O Ministério da Justiça, por meio do diretor do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor, Ricardo Morishita, fez um pronunciamento durante a audiência para mostrar posição favorável à abertura do Santos Dumont, em benefício do consumidor. "A falta de concorrência entre empresas tem causado naturalmente um preço que o consumidor sente no bolso. Não apenas empresas concorrem entre elas. Infraestrutura concorre com infraestrutura", afirmou.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG