No primeiro dia de visita a Teerã, o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, se reuniu com o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, quando entregou carta enviada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendendo o fortalecimento das relações bilaterais com objetivo de possibilitar, no futuro, um encontro entre os dois chefes de Estado, segundo relatou a assessoria de imprensa do Itamaraty. Amorim participa, amanhã, do encontro empresarial Brasil-Irã, no qual estão presentes representantes brasileiros das indústrias automobilística, alimentícia, da construção civil e de petróleo, que querem ampliar o comércio entre os dois países, além de abrir as portas para investimentos mútuos.

Hoje, em entrevista, ao lado do ministro dos Negócios Estrangeiros, Manouchehr Mottaki, Celso Amorim falou da importância da reativação da comissão mista entre os dois países e da expectativa de que Mottaki visite o Brasil, proximamente, para tentar ampliar as relações comerciais.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.