página virada - Brasil - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Brasil
enhanced by Google
 

Amorim diz que crise Brasil-Espanha é página virada

A crise entre Brasil e Espanha por causa do aumento do número turistas brasileiros deportados está, ao menos por ora, superada. As relações entre os países não são uma página, são um grande livro.

Agência Estado |

A gente pode dizer que esta página foi virada. O romance das relações vai continuar, e continuaremos atentos para que tudo corra bem", disse hoje o ministro brasileiro das Relações Exteriores, Celso Amorim, após se reunir, no Palácio do Itamaraty, com o ministro espanhol de Assuntos Exteriores e Cooperação, Miguel Angel Moratinos.

Em fevereiro, no auge da crise, o número de brasileiros que eram barrados no aeroporto de Madri - "inadmitidos", na linguagem técnica - eram mais de 15 por dia em média - passou os 20 em alguns dias. Em abril, a média recuou para quatro. A melhora decorreu, segundo Amorim, em razão da um conjunto de medidas práticas. Não houve referências ao fim do processo eleitoral na Espanha, apontado por alguns observadores como uma das causas do rigor no tratamento aos brasileiros suspeitos de serem imigrantes ilegais.

A principal das providências foi a instalação de uma linha telefônica privilegiada (hot line) entre o aeroporto e o Consulado do Brasil na capital espanhola. Diplomatas relatam que houve casos de brasileiros que, proibidos de entrar, ligaram para o Consulado do Brasil, não foram atendidos e, quando a repartição consular ligava de volta, eles haviam sido transferidos para outra sala. Com essa linha, a comunicação ficou mais fácil.

Outra disposição prática foi a instalação de um caixa eletrônico na área de imigração do aeroporto. O caixa permite, por exemplo, que o turista puxe um extrato ou mesmo saque dinheiro para satisfazer às exigências dos oficiais de imigração espanhóis. O estreitamento do contato entre funcionários dos governos brasileiro e espanhol permitiu também uma melhora no trato aos viajantes vetados. Agora, eles podem, por exemplo, ter acesso à própria bagagem - o que não era possível no período mais difícil da crise. Moratinos esteve em Brasília como parte de um giro que faz pela América do Sul.

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG