Amorim deve se candidatar a deputado federal pelo Rio

O futuro presidente do PT do Rio, deputado federal Luiz Sérgio, confirmou hoje que o ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim, deverá sair candidato a uma vaga na Câmara na eleição de outubro. A participação dele na disputa, no entanto, ainda está condicionado ao sinal verde do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Agência Estado |

Filiado no ano passado ao diretório municipal do PT de Teresópolis, região serrana do Rio, Amorim tem até o fim de março para se desincompatibilizar do cargo, caso queria disputar a eleição.

O ministro e o presidente do PT do Rio se encontraram em Brasília, na quarta-feira. Segundo Luiz Sérgio, os dois conversaram sobre a projeção e o papel que o Brasil passou a desempenhar em assuntos internacionais e avaliaram que o Congresso Nacional tem poucos quadros que debatam sobre o assunto atualmente.

"O Congresso carece de pessoas com essa formação e precisa de pessoas, como ele, para introduzir esses assuntos no Parlamento", afirmou Luiz Sérgio. "É importante dizer, no entanto, que ele não vai tomar nenhuma decisão sobre a participação na eleição antes de falar com o presidente Lula. E se o presidente determinar que ele fique até o final do mandato, Amorim fica".

De acordo com a assessoria de imprensa do Ministério de Relações Exteriores, Amorim não vai se pronunciar sobre o assunto.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG