Publicidade
Publicidade - Super banner
Brasil
enhanced by Google
 

Américo Dias: PDT enriquece coligação com PT em SP

O presidente do Diretório Municipal do PT, José Américo Dias, afirmou hoje que não houve nenhum tipo de reclamação dos delegados do partido com relação à aliança com o PDT, oficializada ontem, à candidatura da ex-ministra Marta Suplicy à Prefeitura de São Paulo. Ele acrescentou que o deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho (que teve o nome envolvido nas investigações da Operação Santa Tereza da Polícia Federal, por suspeita de esquema de desvio de recursos do BNDES), poderá subir no palanque da candidata petista.

Agência Estado |

"O PDT vem enriquecer a coligação e ninguém pode ser julgado antes da hora. Se o Paulinho quiser subir no palanque, será muito bem-vindo", emendou.

Américo também comentou o racha interno no PSDB paulista, destacando que isso poderá contribuir, de forma indireta, para a campanha de Marta. "Os eleitores acharão estranho que um projeto pessoal do governador José Serra (PSDB) se sobreponha ao do partido, já que ele apóia o DEM (do prefeito e candidato à reeleição Gilberto Kassab). Isso desgasta o próprio debate político," reiterou.

O presidente do Diretório Municipal disse que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não deverá comparecer à convenção municipal do PT, que está sendo realizada hoje na capital paulista e irá referendar o nome da ex-ministra Marta Suplicy como candidata da legenda nas eleições municipais deste ano. "Ontem, o deputado Aldo Rebello (PC do B-SP, que será vice na chapa de Marta) conversou com o presidente Lula e disse que por conta de compromissos de agenda, ele não iria estar presente no evento." Lula estará, hoje à noite, no evento de lançamento do novo Gol, da montadora Volkswagen, que acontece na fábrica Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP). Apesar disso, Américo espera a participação do presidente em outros momentos da campanha de Marta.

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG