fichas sujas - Brasil - iG" /

AMB apresenta lista com 37 novos fichas sujas

Nova lista da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) revela que dos 401 candidatos a prefeito e vice-prefeito em 47 municípios com mais de 200 mil eleitores, 37 políticos (9,2%) são réus na Justiça. Eles são acusados em ações penais públicas e de improbidade administrativa.

Agência Estado |

O novo rastreamento soma-se ao polêmico banco de dados anterior, que revelou os candidatos com antecedentes judiciais nas 26 capitais, os chamados "fichas sujas", e que a AMB tornou público em julho.

No Brasil, há 53 municípios com mais de 200 mil eleitores. Nessas cidades, 239 é o número total de candidatos a prefeito; 238 são candidatos a vice. Seis municípios ficaram de fora do relatório porque os dados não estão disponíveis. São eles: Maringá (PR), Ponta Grossa (PR), São José dos Campos (SP), Piracicaba (SP), Contagem (MG) e Juiz de Fora (MG). Essas informações serão apuradas por emissários da AMB, diretamente junto aos cartórios forenses. Em 26 dos 47 municípios pesquisados há candidatos com "ficha suja". Os nomes estão relacionados no site da AMB, por Estado.

O campeão da nova lista é o candidato a prefeito de Pelotas (RS) José Anselmo Rodrigues (PDT). Contra ele pesam 5 ações civis por improbidade e uma ação penal - neste caso, segundo os registros da AMB, Rodrigues já foi condenado em primeiro e segundo graus por crime de peculato. Ele recorreu ao Superior Tribunal de Justiça (STJ). O nome mais conhecido é o da ex-governadora do Rio Rosinha Garotinho (PMDB), candidata à Prefeitura de Campos. Segundo a AMB, ela responde a uma ação civil pública por improbidade na 2ª Vara da Fazenda da capital. Rosinha não foi localizada pela reportagem. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG