Amazônia é de toda a humanidade, mas quem cuida é o Brasil, afirma Lula

BRASÍLIA - O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, disse nesta quinta-feira, 8, que a Amazônia pertence a toda a humanidade, mas, ressaltou que quem cuida da região é o Brasil. A afirmação foi feita durante a solenidade do lançamento do Plano Amazônia Sustentável, no Palácio do Planalto. Tem gente que acha que a Amazônia tem que ser da humanidade. E nós achamos que é da humanidade. Achamos que ela precisa produzir benefícios para todos os seres humanos. Mas temos que dizer em alto e bom som que quem cuida da Amazônia é o Brasil. Logo, quem decide o que fazer na Amazônia é o Brasil, afirmou Lula.

Carollina Andrade - Último Segundo/Santafé Idéias |

Segundo o presidente, é necessário que o País trate "adequadamente" a Amazônia. "Se não fizermos as coisas adequadamente, daqui a pouco algum país levantará a questão de não importar a soja brasileira porque esta desmatando a Amazônia. Cuidar do meio ambiente é uma vantagem comparativa para os produtos que queremos vender as outras partes do mundo. É uma consciência extraordinária e uma grande evolução", ressaltou.

Para a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, o País deve buscar o caminho do desenvolvimento sustentável na região que, segundo ela, deve acontecer com uma maior velocidade. A Amazônia não é apenas uma imensa quantidade de água e árvores. Temos mais de 23 milhões de pessoas vivendo na região. Uma boa parte do Brasil e do planeta é sustentada por estas árvores. Temos que buscar o caminho do desenvolvimento sustentável, que precisa acontecer com mais velocidade para que tenhamos um novo paradigma na Amazônia", acrescentou.

Plano Amazônia Sustentável

O Plano Amazônia Sustentável (PAS), lançado nesta quinta-feira, consiste em uma política de desenvolvimento regional baseada na valorização da diversidade amazônica. A proposta de elaboração do PAS surgiu em 9 de maio de 2003, em Rio Branco (AC).

As estratégias d plano estão direcionadas para a geração de emprego e renda, a redução das desigualdades sociais, a viabilização das atividades econômicas dinâmicas e inovadoras, o uso sustentável dos recursos naturais e a preservação dos biomas.

O PAS contempla quatro eixos temáticos, que estão, segundo o governo, em sintonia com o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). São eles: a produção sustentável com inovação e competitividade; gestão ambiental e ordenamento territorial; inclusão social e cidadania; e infra-estrutura para o o desenvolvimento sustentável.

Leia mais sobre: Amazônia - Lula

    Leia tudo sobre: amazonia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG