Ele levou três tiros no rosto em um colégio público na capital do Estado, Manaus

Uma adolescente de 17 anos foi morto com três tiros no rosto dentro da Escola Estadual Waldemiro Peres Lustoza, em Manaus. O crime aconteceu na noite de quinta-feira (3) por volta das 21h (horário de Brasília). Segundo a polícia, existe a possibilidade de o garoto ter envolvimento com drogas.

Pelas informações da Polícia Militar do Amazonas, um adolescente identificado apenas pelo nome Caio pulou o muro da escola pelos fundos e telefonou para a vítima, pedindo que ele saísse da sala de aula. Na hora em que o jovem chegou ao pátio, foi alvejado com três tiros.

Ainda segundo a Polícia Militar do Amazonas, a vítima costumava cometer crimes na região próxima à escola. O garoto ainda chegou a ser encaminhado a uma unidade do Serviço de Pronto Atendimento (SPA) de Manaus, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Desde o episódio, a escola passou a ser protegida com policiais militares. O caso está sendo considerado um “fato isolado” pela Polícia Militar amazonense.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.