Alunos ocupam USP de Ribeirão Preto contra proibições

RIBEIRÃO PRETO - Dezenas de alunos ocuparam o prédio da coordenadoria do campus da Universidade de São Paulo (USP), desde o início da noite desta quarta-feira.

Agência Estado |

A iniciativa é uma forma de protesto contra uma normativa que proíbe festas com venda e consumo de bebidas alcoólicas, entre outras atividades, dentro das dependências da instituição. Eles querem que o Conselho Gestor do Campus revogue essa determinação, em vigor desde 2007, e pedem uma reunião.

AE
Estudantes ocupam a Prefeitura do Campus da USP em Ribeirão Preto
Vários alunos pernoitaram no prédio, que normalmente tem cerca de 40 funcionários e apenas dez continuavam no local hoje. A preocupação da coordenação, embora a ocupação seja pacífica, é com os documentos sigilosos que estão no prédio.

"Nesse prédio temos documentos sigilosos, de licitações, pregões eletrônicos, concursos públicos já realizados e um banco de dados dos próximos, que não podem ser violados", afirma o coordenador do câmpus da USP de Ribeirão Preto, José Moacir Marin. "Precisamos preservar o patrimônio público."

Lucas von Zuben, representante do Diretório Central dos Estudantes (DCE), garante que nada seria quebrado ou violado, que seguranças continuavam no local, e que a meta é marcar uma reunião com o Conselho Gestor para discutir as reivindicações. Ele diz que a normativa tira a autonomia dos estudantes no cAmpus universitário. Os alunos colocaram faixas, tapumes e bandeira do Brasil na frente do prédio.

Devido à afronta, a USP notificou todos por escrito, uma repreensão que constará no histórico escolar de cada um. Os estudantes, depois, pediram uma reunião com o Conselho Gestor do Campus e, na tarde de ontem, foram ouvidos e as reivindicações serão analisadas, segundo Marin.

Sem a resposta positiva às suas reivindicações, os estudantes ocuparam o prédio da coordenadoria. O Conselho Gestor se reúne a cada dois meses, e a próxima reunião está agendada para 9 de dezembro. Os alunos querem antecipá-la.

Leia mais sobre: USP ocupação

    Leia tudo sobre: ribeirão pretousp

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG