Alunos e docentes da USP fazem paralisação geral nesta terça-feira

SÃO PAULO - Alunos e professores da Universidade de São Paulo (USP) marcaram para esta terça-feira uma paralisação geral em apoio à greve dos funcionários liderada pelo Sintusp e em defesa da pauta de reivindicações do Fórum das Seis, entidade que reúne representantes dos sindicatos das três universidades estaduais paulistas: USP, Unesp e Unicamp. Um ato está marcado para começar as 10 horas em frente ao prédio da reitoria.

Agência Estado |

O mês de maio é sempre complicado nas instituições, por ser o período de campanha salarial dos sindicatos, que se misturam a outras reivindicações.

Durante a tarde, o grupo também pretende fazer um protesto em frente à Fuvest, responsável pelo vestibular da USP, por causa das alterações promovidas no exame, feitas sem discussão com a comunidade escolar, segundo os sindicatos.

Outro problema está no curso a distância criado este ano com foco na formação de professores da rede pública, também alvo de críticas. Em assembleia no fim do dia deverá ser votada uma possível paralisação de estudantes. Na semana passada, também em assembleia, eles votaram indicativo de greve.

Nota divulgada pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE) da USP dizia que somente com a unidade do movimento estudantil, do movimento de docentes e do movimento dos trabalhadores conseguiremos barrar esses ataques aos movimentos políticos, defender a qualidade do ensino na universidade e fazer com que a USP esteja voltada aos interesses de toda população.

A invasão da reitoria na segunda-feira por estudantes das três instituições e o piquete dos funcionários em frente do prédio nos dias seguintes dividiu a comunidade escolar na USP. As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

Leia mais sobre: greve na USP

    Leia tudo sobre: greve

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG