Aluno enfrenta fila para tentar vaga no ProUni em SP

Alunos que buscam matrícula na Universidade Paulista (Unip), em São Paulo, por meio de vagas no Programa Universidade para Todos (ProUni) passaram a madrugada de ontem na fila. Eles foram convocados para entregar a documentação exigida pelo programa, criado pelo governo federal para conceder bolsas parciais e integrais a estudantes carentes.

Agência Estado |

A Unip, porém, centralizou o cadastro das bolsas dos seus 11 câmpus da Grande São Paulo na unidade Indianópolis, zona sul da capital.

Quem chegou depois das 5 horas não conseguiu senha para ser atendido. Houve confusão e a Polícia Militar foi chamada. Hoje é o último dia para a inscrição. Segundo o vice-reitor de planejamento, administração e finanças, Fábio Romeu de Carvalho, a Unip oferece 4.448 bolsas do ProUni na Grande São Paulo. Ele atribui os problemas ao aumento de mais de 150% no número de vagas destinadas ao programa. No ano passado, eram 1.730. “No ano passado, o número de matrículas superou as expectativas. Para compensar as vagas do ProUni que não foram abertas em 2008, oferecemos mais este ano.”

A Unip atendeu cerca de 3.550 pessoas até anteontem, segundo Carvalho. “Mas muitos esquecem algum papel e, por isso, precisam retornar”, afirma o vice-reitor. Em média, 250 senhas foram distribuídas diariamente para quem precisava completar a documentação. Mesmo assim, muita gente voltou para casa sem ser atendido. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG