Os 260 mil alunos de 4ª série da rede estadual de São Paulo poderão concorrer a uma vaga para participar do júri da 33ª edição do Festival Internacional do Circo, em Mônaco. Além de ficar ao lado da princesa de Mônaco, Stéphanie Marie Elisabeth, no camarote real durante as apresentações, o aluno vai sobrevoar o principado e será recebido pela princesa para um jantar no Palácio Real.

O aluno irá acompanhado de um responsável e de um professor. Todas as despesas serão custeadas pela organização do concurso. As escolas têm até 29 de agosto para efetuar as inscrições.

A Secretária de Estado da Educação e o Principado de Mônaco fizeram uma parceria para que o aluno escolhido no Brasil seja da rede pública paulista, permitindo que 260 mil crianças concorram. Por determinação da princesa Stéphanie, será a primeira vez que crianças vão compor a comissão julgadora do tradicional festival. Serão seis crianças, de até dez anos, uma de cada um dos respectivos países: Alemanha, Brasil, Estados Unidos, França, Principado de Mônaco e Romênia.

Os representantes dos seis países serão escolhidos por meio de concurso de desenho. Em São Paulo, o tema será "Respeitável Público: O Grande Circo do Brasil apresenta...". Os desenhos serão feitos em sala de aula, com orientação do professor. A escolha será feita em três fases. Na primeira será escolhido um desenho por escola participante. Depois serão selecionados três representantes em cada uma das 91 diretorias de ensino. Os 50 melhores desenhos selecionados em todo o Estado serão enviados à comissão julgadora de Mônaco, que fará a escolha final e única.

O resultado da etapa estadual, que determinará os 50 alunos finalistas, será divulgado a partir de 4 de outubro. Após esse período, os desenhos serão enviados a Mônaco, onde serão avaliados. A data de divulgação do resultado final ainda não foi definida. Mais informações no Centro de Referência em Educação .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.