Alpinistas passam 6h pendurados no Pão de Açúcar

RIO DE JANEIRO - Dois alpinistas ficaram pendurados por mais de seis horas a uma altura de pouco mais de 200 metros no morro do Pão de Açúcar, na Urca, no Rio de Janeiro, na noite desta terça-feira.

Agência Estado |

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, Paulo França, de 35 anos, e Cleison de Aula, de 26 anos, acionaram os bombeiros através do celular por volta das 20h e foram resgatados perto das 2h30 desta quarta-feira, deixando o local sem ferimentos, após breve exame feito pela equipe de resgate.

Os alpinistas começaram a escalada no período da tarde de terça, mas após perderem parte do equipamento de iluminação resolveram abortar a subida e acionar o resgate.

Os dois subiam o morro pela face leste do Pão de Açúcar e estavam a 200 metros do platô 2 do morro, quando acionaram os bombeiros. As equipes de salvamento dos bombeiros e do policiamento florestal chegaram ao local através de rapel, após subirem de bondinho até o pico do morro. Os alpinistas foram içados até a estação do bondinho, de onde desceram.

Leia mais sobre: alpinismo

    Leia tudo sobre: resgate

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG