O diretor americano Woody Allen, cujo filme Vicky Cristina Barcelona foi exibido neste sábado fora de competição no Festival de Cannes, elogiou a capital catalã, ao afirmar que é uma cidade palpitante, exultante, com ruas cheias de gente às quatro da madrugada.

"Queria fazer um filme sobre Barcelona", disse, antes de afirmar que seu filme é "uma história de amor que poderia ter acontecido em alguns outros lugares".

"Paris ou Veneza também teriam sido perfeitas", disse.

O cineasta deu uma entrevista coletiva após a primeira exibição do filme, ao lado de apenas parte do elenco. Penélope Cruz e Rebecca Hall estavam com ele, mas não Scarlett Johansson nem Javier Bardem.

"Scarlett teve problemas de agenda e Javier de família", disse ao pedir desculpa pela ausência dos astros.

Penélope Cruz afirmou que por toda a vida esteve fascinada por Woody Allen, "por seu humor, por seu gênio, por seu talento".

"Filmar com ele foi ainda mais intenso do que eu acreditava", acrescentou.

mc/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.