SÃO PAULO, 11 de maio (Reuters) - O emprego na indústria brasileira cresceu pela terceira vez seguida em março sobre o mês anterior e registrou na comparação anual a melhor performance desde agosto de 2008, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta terça-feira.

A alta sobre fevereiro foi de 0,7 por cento e ante março de 2009 foi de 2,4 por cento. No primeiro trimestre, o emprego no setor acumulou aumento de 0,7 por cento.

" /

SÃO PAULO, 11 de maio (Reuters) - O emprego na indústria brasileira cresceu pela terceira vez seguida em março sobre o mês anterior e registrou na comparação anual a melhor performance desde agosto de 2008, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta terça-feira.

A alta sobre fevereiro foi de 0,7 por cento e ante março de 2009 foi de 2,4 por cento. No primeiro trimestre, o emprego no setor acumulou aumento de 0,7 por cento.

" /

Alimentos e máquinas elevam emprego industrial em março

SÃO PAULO, 11 de maio (Reuters) - O emprego na indústria brasileira cresceu pela terceira vez seguida em março sobre o mês anterior e registrou na comparação anual a melhor performance desde agosto de 2008, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta terça-feira.

A alta sobre fevereiro foi de 0,7 por cento e ante março de 2009 foi de 2,4 por cento. No primeiro trimestre, o emprego no setor acumulou aumento de 0,7 por cento.

Reuters |

SÃO PAULO, 11 de maio (Reuters) - O emprego na indústria brasileira cresceu pela terceira vez seguida em março sobre o mês anterior e registrou na comparação anual a melhor performance desde agosto de 2008, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta terça-feira.

A alta sobre fevereiro foi de 0,7 por cento e ante março de 2009 foi de 2,4 por cento. No primeiro trimestre, o emprego no setor acumulou aumento de 0,7 por cento.

O índice de média móvel trimestral subiu 0,6 por cento em março sobre fevereiro, "prosseguindo com a trajetória ascendente iniciada em agosto de 2009", segundo o IBGE.

Em relação a março de 2009, todas as regiões pesquisas tiveram aumento do emprego e 15 dos 18 setores contrataram.

Entre as regiões, os destaques incluem São Paulo (2,7 por cento), Nordeste (3,5 por cento) e Rio Grande do Sul (3,2 por cento).

Entre os setores industriais, as principais altas do emprego foram de Alimentos e bebidas (2,5 por cento), Máquinas e equipamentos (4,5 por cento), Têxtil (6,2 por cento) e Calçados e couro (5,2 por cento).

O IBGE acrescentou que o número de horas pagas aumentou 1 por cento em março sobre fevereiro e 3,7 por cento ano a ano, a maior variação desde fevereiro de 2008.

A folha de pagamento real dos trabalhadores cresceu 1,2 por cento na comparação mensal e 5,6 por cento na anual, a maior desde setembro de 2008.

(Reportagem de Vanessa Stelzer)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG