Aliado diz que Aécio mira Senado para se fortalecer

A disposição do governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), de disputar uma cadeira no Senado faz parte de uma estratégia para consolidar seu nome como uma liderança nacional. A afirmação foi feita ontem pelo presidente do Diretório Estadual do partido, deputado federal Nárcio Rodrigues.

Agência Estado |

Aécio e o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), combinaram um encontro para a próxima semana. Porém, tucanos mineiros afirmam que praticamente não há chance de o governador aceitar compor como vice numa chapa encabeçada pelo colega paulista. "O Aécio queria ser candidato à Presidência, mas não deu. É candidato a senador e vai chegar a Brasília credenciado para exercer a sua liderança nacional", disse.

Aliados do mineiro não escondem a irritação com a tese da chapa puro-sangue, considerada "deselegante" e "constrangedora". Interlocutores de Aécio também encaram com ceticismo a hipótese de Serra desistir da disputa na última hora e optar por concorrer à reeleição. O PSDB-MG já decidiu lavar as mãos com relação à definição da estratégia presidencial do partido, com o argumento de que o diretório regional foi "derrotado" no processo interno. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG