Os 11 integrantes da bancada do PT na Câmara Municipal de São Paulo escolheram nesta manhã o vereador José Américo como o novo líder na Casa. O ex-presidente do diretório municipal da legenda em São Paulo e ex-secretário de Comunicação da gestão Marta Suplicy (2001-2004) substituirá o parlamentar João Antônio, que comanda os petistas desde fevereiro de 2009.

Américo faz parte do grupo de 23 vereadores que são alvo de processos de cassação conduzidos pelo juiz Aloísio Sérgio Rezende Silveira, da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo. Os casos tramitam atualmente no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), que deve julgar os recursos a partir de abril.

À frente dos vereadores petistas até 2011, Américo pretende dar continuidade ao trabalho de João Antônio. "Pretendo manter uma bancada forte e seguir fazendo uma oposição consistente, com alternativas aos projetos propostos pela base governista", afirmou.

Nas críticas do vereador, sobra munição contra o prefeito Gilberto Kassab (DEM-SP). "A gestão Kassab é inconsistente. Os piscinões não são limpos, houve retrocesso na área de transporte público e faltam vagas nas creches municipais", afirmou.

O vereador ressaltou que um dos trunfos de sua liderança devem ser os trabalhos da CPI das Enchentes, que pretende averiguar a responsabilidade pelos danos causados pelas chuvas em São Paulo. "Pretendemos investigar contratos e convênios de execução e fiscalização dos serviços de limpeza, remoção e conservação de galerias e bueiros", enumerou.

O plenário da Câmara aprovou no último dia 24, em votação simbólica, o requerimento de criação da CPI. Os partidos que integram a Casa devem indicar ainda em março nove deputados para a CPI. Ela funcionará no prazo regimental de 120 dias, com possibilidade de prorrogação.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.