Alencar pede transparência na apuração da Satiagraha

Um dia depois da controvérsia causada pela decisão do comando da Polícia Federal de divulgar trechos da reunião em que foi decidido o afastamento do delegado Protógenes Queiroz do comando da operação Satiagraha, o presidente da República em exercício, José Alencar, pediu transparência na investigação. Tudo deve ser rigorosamente transparente.

Agência Estado |

É claro que numa investigação pode haver um momento em que haja informação de exclusividade de quem está investigando. Mas a transparência é necessária, os brasileiros desejam acompanhar tudo isso", afirmou Alencar, na Base Aérea de Brasília, ao final de cerimônia do Comando da Aeronáutica.

Alencar disse que, como todos os brasileiros, deseja "o fim da impunidade", mas evitou comentar as desavenças entre os delegados que comandam o inquérito e as autoridades da Polícia Federal e do Ministério da Justiça. "A Polícia Federal tem todo o meu apoio, sempre recomendando que se observe os preceitos legais", afirmou Alencar.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG