Alencar já caminha pelo quarto, diz chefe de gabinete

SÃO PAULO - O vice-presidente da República, José Alencar, já caminha pelo quarto e faz fisioterapia, segundo informações do chefe de gabinete, Adriano Silva. Alencar está internado desde quinta-feira no Hospital Sírio Libanês, na capital paulista, onde foi submetido à 14ª cirurgia para tratamento de câncer.

Redação com Agência Estado |

    Agência Brasil
    Alencar já passou por 14 cirurgias
    De acordo com o chefe de gabinete, nesta manhã Alencar também recebeu uma ligação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, interessado em saber sobre o seu estado de saúde.

    O último boletim, divulgado nesta segunda-feira, diz que ele se recupera da cirurgia.

    Alencar ainda recebe soro intravenoso, pois não pode se alimentar até a cicatrização da cirurgia no intestino, de onde foram retirados dez tumores.

    Adriano Silva contou que o vice-presidente está sem dor, não recebe remédios analgésicos, mantém o bom humor e a disposição habituais e fala frequentemente em voltar ao trabalho.

    Ainda pela manhã, o vice-presidente leu os jornais e comentou as notícias. No quarto onde está internado no Sírio Libanês, ele está acompanhado pela esposa Marisa e deve receber a visita de duas filhas.

    O chefe de gabinete acrescentou que Alencar será homenageado pela Associação Comercial do Rio de Janeiro, em cerimônia agendada para a quarta-feira, e quer estar presente ao evento. Representantes da entidade telefonaram para o assessor para saber da necessidade de adiar a homenagem para poder contar com a presença do vice-presidente da República. Alencar, porém, disse que estará lá no dia marcado. "Ele quer porque quer sair do hospital e ir para lá", brincou Silva.

    Luta contra o câncer

    Alencar luta contra o câncer há 12 anos. Em 25 de janeiro, o vice-presidente submeteu-se à mais radical intervenção desde a descoberta da doença. Em uma cirurgia de alto risco, com duração de 18 horas, os médicos retiraram tumores do abdome do paciente. Ele ficou 27 dias internado, nove deles na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

    Em 12 de maio, exames de acompanhamento mostraram a volta de tumores na região abdominal. Alencar resolveu então submeter-se a um tratamento experimental nos Estados Unidos.

    Leia também

    Leia mais sobre: José Alencar

      Leia tudo sobre: cirurgiajosé alencarvice-presidente

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG