Alencar diz que é cedo para discutir alianças políticas visando a 2010

BELO HORIZONTE - O vice-presidente da República, José Alencar (PRB), disse hoje que é prematuro fazer qualquer análise sobre a influência das eleições municipais de Belo Horizonte nas disputas em 2010. Na capital mineira foi formada uma aliança informal entre o PT (do atual prefeito Fernando Pimentel) e PSDB (do governador Aécio Neves), partidos rivais no cenário nacional, em torno de Márcio Lacerda (PSB), que enfrenta Leonardo Quintão (PMDB), candidato apoiado por Alencar.

Valor Online |

"Na política não dá para fazer avaliação precipitada. A política muda muito. Há muita coisa que pode acontecer daqui até 2010, estamos antes de terminar a primeira metade do segundo mandato do presidente Lula", afirmou Alencar, após votar em uma escola do Bairro Mangabeiras.

O vice-presidente elogiou o envolvimento dos eleitores mineiros na disputa e recomendou a eles que continuem com a mesma atenção após o resultado das urnas. "Em BH nunca houve uma disputa que despertou tanto interesse como essa. É preciso que todo esse movimento que se fez pela eleição continue, com a população acompanhando o trabalho do escolhido, para que ele faça um trabalho voltado para elevado interesse do município. Isso é que é importante", assinalou.

(Agência Brasil)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG