Além de fortalecer braços, escalada desafia coragem do esportista

Quem escolhe a escalada como esporte precisa se libertar da vaidade, já que a atividade deixa as mãos cascudas. No entanto, a atividade proporciona ganhos além do fortalecimento dos músculos de braços e pernas: desafia a coragem.

Agência Estado |

Outra vantagem é fugir do clima de academia. “Não dá para usar luvas porque prejudica a sensibilidade”, avisa Alexandre da Silva, montanhista há 20 anos e dono da Casa de Pedra .

A escalada trabalha o corpo todo, principalmente os membros superiores - mas deve ser complementada com outra atividade, como a caminhada. “Só quem é profissional pode ter problemas como tendinite. Quem faz por diversão não corre esse risco”, tranquiliza Silva. Para iniciar no esporte, o tipo mais comum de escalada é o Top Rope, ou ancorada. Enquanto uma pessoa escala, outra estica a corda e faz a segurança.

Os mais experientes podem fazer a escalada guiada. O escalador passa a corda por ganchos enquanto avança. Permite uma inclinação negativa maior (mais de 90º). A Boulder é a escalada feita em parede pequena muito inclinada e complexa. Não precisa de equipamento, só colchão para eventual queda. As crianças pode praticar o esporte, mas sempre acompanhadas dos pais ou responsáveis. Já os adolescentes podem escalar sozinhos, mas um responsável deve assinar um termo de responsabilidade. A escalada esportiva indoor é considerada segura.

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG