Aldo Rebelo, Ciro Nogueira e Milton Monti oficializam candidaturas à presidência da Câmara

BRASÍLIA - Os deputados Aldo Rebelo (PCdoB-SP), Ciro Nogueira (PP-PI) e Milton Monti (PR-SP) lançaram oficialmente nesta quarta-feira (17) suas candidaturas à Presidência da Câmara. A idéia é evitar a vitória de Michel Temer (PMDB-SP), candidato que tem o apoio da maioria dos deputados (11 partidos da base governista e da oposição) e forçar um segundo turno nas eleições.

Agência Brasil |

"O ato é um compromisso estabelecido entre nossas candidaturas pela democracia na Casa, a soberania dos parlamentares na escolha do seu presidente. Sabemos que, em qualquer dessas três candidaturas, esses compromissos vão estar representados", disse Aldo Rebelo. "Creio que uma candidatura nasce nos partidos, mas principalmente na representação dos parlamentares. A outra [de Temer] nasce nas cúpulas partidárias, mas não corresponde aos anseios da Casa no que diz respeito à sua soberania", completou.

Ciro Nogueira mandou recado ao Palácio do Planalto e disse esperar que "fatores externos" não influenciem na eleição. "Aqueles que temiam o debate, vão ter que enfrentá-lo. A Casa tem sérios problemas, que têm que ser resolvidos pelos deputados. Não são acordos externos que irão determinar quem é o próximo presidente", disse.

Os três candidatos rejeitaram o rótulo de representantes do "baixo clero". "Não fazemos nenhuma distinção ente os representantes do povo. Os partidos têm seus objetivos, as cúpulas dos partidos têm os seus objetivos", explicou Aldo Rebelo.

Leia mais sobre: Câmara dos Deputados

    Leia tudo sobre: câmara dos deputados

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG