O ex-governador Geraldo Alckmin (SP) reforçou hoje a tese de que o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), vai se candidatar à Presidência da República nas eleições deste ano. A questão nacional está muito bem encaminhada.

Tudo caminha para Serra ser o nosso candidato", afirmou Alckmin, após evento em Suzano, na Grande São Paulo.

De acordo com o ex-governador, hoje secretário estadual de Desenvolvimento de Serra, o anúncio do nome do candidato que representará o partido nas eleições presidenciais deste ano sairá este mês. O prazo para que Serra deixe o governo para se dedicar a uma eventual campanha vence em 3 de abril.

Cotado para disputar o governo do Estado nas próximas eleições, Alckmin evitou falar sobre o seu próprio destino político. "Não sou eu que decido. Quem decide é o partido. Primeiro tem a questão nacional, depois tem a de São Paulo", afirmou. "Serra ainda não anunciou a candidatura, então, vamos aguardar. Não há razão para decidir isso hoje", acrescentou.

Alckmin disputa com o secretário estadual da Casa Civil, Aloysio Nunes Ferreira, a indicação do PSDB para concorrer ao Palácio dos Bandeirantes. Desde que passou a integrar a equipe de Serra, após sofrer uma derrota nas eleições municipais de 2008, o tucano vem se dedicando a viabilizar o seu nome. O ex-governador lidera com folga as pesquisas de intenção de voto para o cargo.

Apoio

Um exemplo do apoio que Alckmin vem recebendo em viagens pelo Estado aconteceu hoje em uma vistoria do secretário às obras de reforma de uma das unidades da Escola Técnica Estadual (ETEC), em Suzano. O tucano recebeu elogios de correligionários e falou para uma animada plateia de cerca de 200 pessoas.

Alunos e professores da escola, além de dezenas de vereadores da região metropolitana, acomodaram-se em um salão da ETEC para ouvir o ex-governador. "Vim aqui dar uma passadinha para ver a obra e tomar um café. E, de repente, tenho a alegria da presença de todos vocês. Vocês encheram o meu coração", discursou Alckmin.

O ex-governador ganhou elogios de todos os oradores da cerimônia. Até mesmo o prefeito de Suzano, o petista Marcelo de Souza Candido, louvou a parceria com o governo do Estado desde a gestão Alckmin.

O líder do DEM na Assembleia Legislativa de São Paulo, deputado Estevam Galvão, fez questão de deixar claro seu desejo sobre o próximo governador do Estado. "Tenho certeza de que, a partir do ano que vem, o senhor investirá ainda mais em toda a nossa região", frisou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.