Alckmin nega desvantagem de tempo na TV

O ex-governador Geraldo Alckmin, pré-candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo, disse que o tempo de cerca de cinco minutos que deverá ter para sua campanha na TV durante as eleições é mais do que suficiente para fazer de sua candidatura vitoriosa. O espaço é metade do que terá o prefeito e candidato à reeleição, Gilberto Kassab (DEM).

Agência Estado |

“Vamos ter um tempo mais do que suficiente”, afirmou Alckmin, um dia depois da confirmação da aliança com o PTB.

Em entrevista à Rádio Eldorado, o ex-governador não considerou uma ameaça o fato de Kassab ter assegurado quase o dobro do seu tempo. Com o apoio do PMDB, PR e PV, o prefeito garantiu cerca de 10 minutos de propaganda eleitoral na campanha deste ano. “Política não é só marketing. Televisão é importante, claro. Mas campanha não é só isso. Campanha é rua. Eu vou pra rua falar com a população, conversar com as pessoas.”

Ele disse ainda que o número reduzido de aliados não significa que sairá em desvantagem na corrida pela prefeitura. “Que eu saiba eu estou à frente nas pesquisas”, ironizou. Na segunda-feira, Alckmin anuncia oficialmente a aliança com o PTB e o PSDC.

Vice

O nome do candidato a vice - que virá do PTB - ainda está indefinido. O ex-governador explicou que a questão será definida em junho. Um dos nomes cogitados é o do deputado estadual Campos Machado (PTB), que foi vice de Alckmin na eleição de 2000 à prefeitura. “Eu gosto muito do Campos Machado, mas essa não é uma decisão minha.” Além dele, estão cotados para a vaga o deputado Arnaldo Faria de Sá (SP) e o senador Romeu Tuma (SP). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG