Alckmin diz não pretender impugnar chapa pró-Kassab

O pré-candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo, Geraldo Alckmin, disse hoje que não pretende impugnar a outra chapa do partido, que defende a manutenção da aliança entre PSDB e DEM. De acordo com Alckmin, a executiva municipal do partido já recebeu 56 pedidos de retirada de assinaturas de apoio à chapa pró-Kassab.

Agência Estado |

Com essas desistências, o grupo que apóia Kassab já não tem mais condições jurídicas de apresentar uma chapa na convenção tucana de amanhã. No entanto, é preciso unir o partido em torno da candidatura própria, algo que a chapa pró-Alckmin tentará fazer até amanhã, segundo o ex-governador.

"Quem decide pelo PSDB é o PSDB", disse Alckmin, logo após a convenção do PTB que referendou o nome do deputado Campos Machado como vice na chapa do ex-governador.

Ele afirmou ser lamentável que ainda ocorram casos de compra de votos, como o que foi denunciado esta semana por membro de um diretório tucano, sobre um suposto esquema de compra de apoio à chapa pró-Kassab.

Alckmin afirmou que confia no sentimento de honestidade dos tucanos. "Amanhã, quando encerrada a convenção, o partido vai estar unido", finalizou.

Leia mais sobre: eleições

Leia também

    Leia tudo sobre: alckmin

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG