frivolizou talento - Brasil - iG" /

Alanis Morissette diz que indústria do entretenimento frivolizou talento

MÉXICO ¿ A cantora canadense Alanis Morissette afirmou que sua popularidade caiu porque a indústria do entretenimento e a imprensa frivolizaram os padrões para talento, publicou hoje o jornal Reforma.

EFE |

Em entrevista ao periódico mexicano, a artista, de 34 anos, que fará shows em 11 estados brasileiros, ressaltou que "o movimento musical e de atuação focou demais no físico", porque "a imprensa frivolizou os artistas".

A cantora, que no ano passado lançou o disco "Flavors of entanglement", disse que "há muita pressão" no meio musical e artístico, e por isso é que "muita gente vive atada à toxina botulínica (botox), porque não querem assumir a idade".

"Eu não entro nesses padrões; me considero bonita, mas sou uma mulher real. Quando os diretores de cinema me buscam para um papel, me veem como uma mulher de carne e osso, não como um estereótipo da máxima beleza hollywoodiana", afirmou.

A canadense lamentou que a indústria do entretenimento não perdoe o passar do tempo e que a uma mulher mais velha tenha "mais trabalho para expor sua produção ou para conseguir um papel" que uma jovem.

O mesmo acontece com a forma física dos famosos. Os mais magros são recompensados por produtores de música e cinema, acrescentou. "Se uma pessoa é magra, é sinônimo de êxito, o que não me parece justo", ressaltou.

Morissette reconhece que ela mesma perdeu peso, mas explica que se deve a um regime alimentício vegetariano que segue há alguns anos.

Leia mais sobre: Alanis Morissette

    Leia tudo sobre: música

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG