Alagoas investiga morte de 11 bebês em maternidade

Desde o dia 20, onze recém-nascidos morreram em maternidade referência no atendimento de gestantes e bebês de alto risco em Maceió

iG São Paulo |

Divulgação
Maternidade Santa Mônica
A Secretaria de Estado da Saúde de Alagoas abriu investigação para apurar as causas das mortes de 11 recém-nascidos na Maternidade Escola Santa Mônica, órgão ligado a Universidade de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal), ocorridas desde o último dia 20.

Nesta terça-feira, uma equipe da diretoria da Vigilância Sanitária realizou uma inspeção na maternidade que fica no bairro Poço, em Maceió. A diretora da unidade, Sirlene Patriota, entregará um relatório nesta quarta-feira aos coordenadores da vigilância sanitária estadual e municipal. Técnicos da Superintendência de Atenção à Saúde e da Auditoria também vão acompanhar os trabalhos de investigação.

O diretor da Vigilância Sanitária, Paulo Bezerra, acompanhou os trabalhos da equipe e informou que o secretário da Saúde, Herbert Motta, determinou que todas as medidas sejam adotadas no sentido de detectar as causas das mortes.

Após a entrega do relatório, as equipes das duas vigilâncias sanitárias continuarão fazendo a inspeção na unidade hospitalar, que é referência em Alagoas no atendimento de gestantes e bebês de alto risco.

    Leia tudo sobre: maternidaderecém-nascidos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG