O ex-vice-presidente dos Estados Unidos e ativista ambiental, Al Gore, convocou hoje os líderes mundiais para uma reunião na Cidade do México, em julho. O objetivo de um novo encontro é concluir o tratado climático em negociação em Copenhague.

A medida serviria para contornar um possível desfecho sem acordo, no final desta semana. Hoje, a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, disse que está "um pouco nervosa" sobre se a cúpula conseguirá atingir todos os seus objetivos.

Numa videoconferência exibida em Copenhague no final da tarde de hoje, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, o presidente da França, Nicolas Sarkozy, o primeiro-ministro da Grã-Bretanha, Gordon Brown, e a chanceler da Alemanha se comprometeram a cooperar estreitamente nas negociações para um acordo sobre as mudanças climáticas, disse o porta-voz do governo alemão, Ulrich Wilhelm.

"Eles coordenaram suas posições e pediram às equipes de todos que trabalhem juntas durante as próximas preparações" para a conferência, disse Wilhelm em um comunicado.

Merkel quer que Copenhague resulte num consenso político, que então será finalizado num acordo político legal no primeiro semestre de 2010. Ela e os outros líderes também vão viajar para Copenhague, onde participarão da conferência.

As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.