Ajudante de Protógenes afirma acesso a grampos, mas nega irregularidades

BRASÍLIA - Em depoimento à CPI dos Grampos da Câmara dos Deputados, o escrivão da Policia Federal Walter Guerra Silva, que trabalhou como assistente do delegado Protógenes Queiroz na Operação Satiagraha, confirmou ter acessado as escutas telefônicas realizadas durante as investigações, mas negou ter havido qualquer irregularidade no caso.

Carol Pires, Último Segundo/Santafé Idéias |

Silva explicou aos deputados que, na condição de escrivão, fez um back-up de todo o trabalho da Satiagraha, como garantia de que as informações não seriam perdidas. Segundo ele, esta é uma prática normal dentro da Polícia Federal. O escrivão também explicou que sua função era de controlar e analisar as escutas feitas pelos investigadores. 

Questionado sobre supostos grampos feitos contra autoridades da República, como a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, e o ex-ministro José Dirceu, Silva negou que ambos tenham sido investigados na operação. Na Satiagraha, tudo o que eu vi foi conduzido dentro da legalidade, garantiu.  

Além disso, ele negou que a Operação Satiagraha, que culminou com a prisão do banqueiro Daniel Dantas, do ex-prefeito Celso Pitta e do investidor Naji Nahas, tenha tido viés político.

Walter Silva participou da CPI salvaguardado por um habeas-corpus que lhe garantiu o direito de se manter calado quando fosse necessário. Por diversas vezes o escrivão usou deste recurso para não responder aos questionamentos dos deputados, inclusive quando perguntado se a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) teria contribuído com a Polícia Federal no caso. 

Além de Silva, a Polícia Federal indiciou o delegado Protógenes Queiroz e outros três escrivães pelos crimes de violação da lei de interceptação e quebra de sigilo funcional. De acordo com o depoente, a acusação é injusta. Sou uma pessoa sofrendo conseqüências por ter trabalhado honestamente. E as conseqüências são de fundo político, alegou.

    Leia tudo sobre: operação satiagraha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG