Ajuda federal vai demorar 15 dias para chegar ao RJ

O ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Paulo Bernardo, informou hoje que vai demorar 15 dias para chegar ao Estado do Rio de Janeiro os R$ 200 milhões destinados aos municípios atingidos por enchentes e deslizamentos. Bernardo explicou que a demora se deve a trâmites burocráticos e à legislação que exige das autoridades do Estado o envio de relatórios de avaliação de danos.

Agência Estado |

O ministro disse que o governo federal, para agilizar a remessa do dinheiro, deve utilizar recursos já postos à disposição de outros Estados por medidas provisórias aprovadas anteriormente e não utilizados. Trata-se de recursos que iriam para áreas também afetadas por enchentes.

De acordo com o ministro, que deu entrevista no Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB), em Brasília, do total de R$ 200 milhões, 90 milhões serão destinados à capital fluminense, e R$ 110 milhões a outros municípios.

Bernardo informou que o caso de Niterói, município do Rio mais atingido e com maior número de mortes, ainda será submetido a novas análises, por causa da tragédia mais recente, de ontem à noite, que foi o soterramento de dezenas de casas onde viviam cerca de 200 pessoas.

O ministro do Planejamento disse ainda que o governo não atenderá de imediato um pedido da Prefeitura do Rio para obras na Praça da Bandeira, na capital, um dos locais que mais sofrem com as enchentes há décadas. O pedido é de R$ 250 milhões. Bernardo disse que as obras para solucionar o problema nessa praça já estão previstas no programa preparatório das Olimpíadas de 2014 e não são emergenciais.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG