Airbus afirma que prefere não especular sobre tragédia

O presidente da fabricante de aviões Airbus, Thomas Enders, disse hoje que a empresa decidiu não especular sobre a tragédia com o voo 447 da Air France. De acordo com ele, esse é o motivo para o silêncio da companhia em relação ao acidente ocorrido no último dia 31.

Agência Estado |

"Não estamos alimentando especulações sobre as razões do acidente. Estamos apoiando os investigadores e estamos certos de que as razões serão encontradas tão logo as caixas-pretas forem localizadas", afirmou ele, durante coletiva de imprensa realizada hoje no 48.º Salão da Aeronáutica e do Espaço Paris Le Bourget, na capital francesa.

"Isso é o padrão quando acontecem acidentes. Você vai encontrar em nós, você vai encontrar em outras fabricantes. Os responsáveis pela investigação não são da Airbus", afirmou. "Os responsáveis são do BEA (Escritório de Investigações e Análises para a Aviação Civil, órgão que comanda a investigação do acidente). Nós os apoiamos, e não vamos especular sobre as razões." A aeronave modelo Airbus A-330 caiu no Oceano Atlântico com 228 pessoas a bordo, quando fazia o trajeto Rio de Janeiro-Paris.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG