PARIS (Reuters) - Todos os sensores de velocidade da frota de aviões Airbus A330 e A340 da Air France foram substituídos após a tragédia do voo AF 447, disse nesta segunda-feira o sindicado nacional dos pilotos da França. Os 28 aviões da frota estão com três sensores da nova geração, disse o porta-voz do sindicato SNPL, Erick Derivry.

Segundo especialistas, os sensores de velocidade, chamados tubos pitot, poderiam ter papel importante na queda do avião que fazia a rota Rio-Paris com 228 pessoas a bordo, no dia 31 de maio.

As últimas mensagens automáticas enviadas pelo Airbus A330 antes da queda mostraram que os sensores tinham repassado informações inconsistentes sobre a velocidade da aeronave.

Em consequência, os sindicatos de pilotos exigiram que a Air France acelerasse seu programa de troca dos sensores. O avião que caiu no Atlântico tinha sensores de velocidade da geração antiga, que já haviam apresentado problemas no passado.

(Por Gérard Bon)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.