Air France afirma não haver esperanças de sobreviventes

O presidente da Air France, Jean-Cyril Spinetta, e o diretor-executivo da companhia aérea, Pierre-Henri Gourgeon, disseram em Paris aos parentes que aguardam por notícias sobre familiares que estavam no voo AF 447 não haver esperanças de que qualquer um dos passageiros esteja vivo. Eles se encontraram com parentes dos passageiros do voo em um hotel próximo ao aeroporto Charles de Gaulle e disseram não haver esperança de que haja sobreviventes, informou o porta-voz do grupo de apoio aos familiares, Guillaume Denoix de Saint-Marc.

Agência Estado |

A aeronave da Air France desapareceu no Oceano Atlântico com 228 pessoas a bordo durante o trajeto Rio de Janeiro-Paris. O último contato do Airbus ocorreu às 23h14 de domingo. De acordo com a companhia e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), 58 brasileiros embarcaram na aeronave. O Ministério da Defesa brasileiro confirmou o acidente com base em destroços encontrados próximo à costa do País. As informações são da Dow Jones.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG