Aids migra para as cidades pequenas

A epidemia de Aids no Brasil avançou para as cidades menores. Apesar dos dados do Boletim Epidemiológico da doença apontarem para a estabilização do número de novos casos, com cerca de 33 mil por ano, nos municípios com menos de 50 mil habitantes a taxa de incidência de Aids quase dobrou. Os números foram divulgados nesta quinta-feira pelo Ministério da Saúde.

Erika Klingl, iG Brasília |

Entre 1997 e 2007, passou de 4,4 casos para cada grupo de 100 mil habitantes para uma taxa de 8,2 casos. Nas grandes cidades, o caminho é o oposto. Em São Paulo, por exemplo, a taxa de incidência caiu de 32,3 casos para 27,4 no mesmo período.

O número de municípios com pelo menos um caso de Aids também cresceu. É o caso de 90% das cidades brasileiras. A população brasileira sexualmente ativa existe em centros urbanos e no interior e é esperado que a doença comece a afetar municípios menores, observou Mariângela Simão, diretora do Programa Nacional de DST e Aids.

Mariângela destacou, no entanto, que estão no entorno dos grandes centros urbanos os municípios pequenos com altos índices de incidência de Aids. São cidades menores e com grande influência das cidades grandes, completa.

Os dados mostraram também que a tendência de crescimento nas cidades menores e a queda dos casos nas menores ocorreu em todo o Sudeste, Sul e Centro-Oeste. Apenas no Norte e no Nordeste, ocorreu aumento tanto nas cidades pequenas quanto grandes. Existem características específicas em cada região. Parte do Norte, por exemplo, sofre influencia das Guianas e de grupos que migram de um lado para outro da fronteira, observa.

Em algumas cidades do Norte e do Nordeste, nos últimos 10 anos, a taxa de incidência de Aids subiu mais de 200%. É o caso de Ananindeua, no Pará, onde a taxa de incidência aumentou 380% na última década. Em São Luís, no Maranhão, o aumento foi de 272%. Já em Teresina, no Piauí, o crescimento foi de 254%.

    Leia tudo sobre: aidsdoençahiv

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG