Agripino: oposição tentará convidar Lina Vieira na CCJ

A oposição tentará convidar a ex-secretária da Receita Federal Lina Maria Vieira para depor na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) independentemente se ela for ou não à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras. De acordo com o líder do DEM, José Agripino Maia (RN), a estratégia é a de que a ex-secretária fale na CCJ sobre a conversa que teria tido com a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, e, na CPI, explique a manobra contábil que permitiu a estatal pagar menos impostos.

Agência Estado |

Agripino afirmou que a oposição não quer ser acusada de "politizar" a CPI da Petrobras e, por isso, seria interessante que Lina Vieira falasse sobre o episódio envolvendo Dilma em outro foro, no caso, a CCJ. Em entrevista ao jornal "Folha de S.Paulo", Lina Vieira declarou que no final do ano passado Dilma lhe pediu para "agilizar a fiscalização do filho do Sarney". A ex-secretária afirma ter entendido o pedido como um recado "para encerrar" as investigações envolvendo a família do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP).

Hoje, a CPI da Petrobras vai ouvir o secretário interino da Receita Federal, Otacílio Cartaxo. O senador Antonio Carlos Magalhães Júnior (DEM-BA) disse hoje que questionará Cartaxo sobre a legalidade do mecanismo contábil usado pela estatal e usará eventuais brechas nas explicações do secretário para fundamentar a necessidade de convidar Lina Vieira para a CPI. "Ela era secretária da Receita na época da manobra contábil e tem de explicar o que aconteceu. Se a Receita tinha uma resolução e mudou para ajudar a Petrobras, isto é um escândalo."

Em entrevista à Agência Estado , o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), afirmou que a oposição quer convidar Lina Vieira na CPI apenas para "criar um factoide político". "Eles têm que levá-la para depor na convenção do DEM e do PSDB, porque o interesse deles no depoimento dela não é técnico, é político", ironizou.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG