BRASÍLIA - Os agricultores familiares prejudicados pelos vendavais que atingiram mais de 60 cidades catarinenses terão crédito de R$ 75 milhões para recuperar a produção. O anúncio foi feito pelo ministro do Desenvolvimento Agrário (MDA), Guilherme Cassel, durante o encontro realizado nesta terça-feira com o governador do Estado, Luiz Henrique da Silveira, o ministro da Pesca e Aqüicultura, Altemir Gregolin, e alguns parlamentares.


De acordo com o MDA, esse modelo de linha de crédito já foi utilizado no ano passado para atender os atingidos pelas enchentes no Vale do Itajaí e terá as mesmas regras. Cada produtor poderá acessar até R$ 100 mil para recuperar a capacidade produtiva de sua propriedade, com juros de 2% ao ano, dez anos para pagar e três de carência.

O governo catarinense estima que as perdas no oeste do estado ultrapassem os R$ 200 milhões. A maioria dos produtores da região vive da pecuária leiteira, suinocultura e avicultura. Guaraciaba, município mais atingido, contabilizou a perda de 46 mil frangos, 1 mil suínos e 300 vacas de leite.

Como 95% dos agricultores familiares fazem parte do Programa de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), eles têm direito ao Seguro da Agricultura Familiar (Seaf), obrigatório para acessar os recursos da linha de crédito.

Leia também:

Leia mais sobre: chuvas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.