Agricultor atira em ex-namorada e se mata em SP

O agricultor José Pereira de Carvalho, de 59 anos, atirou em Lucilene Perpétuo Lima e se matou em seguida porque a jovem, 37 anos mais nova, não queria reatar o relacionamento amoroso com ele. Os corpos foram encontrados num dos quartos da casa da moça, na periferia de Bady Bassit, cidade a 465 quilômetros de São Paulo.

Agência Estado |

Lucilene foi ferida no abdômen, na perna e no pescoço e está internada no Hospital de Base de São José do Rio Preto, mas não corre risco de morte.

O tio de Lucilene, Luís Carlos de Lima, foi um dos primeiros a chegar ao local. Ele disse ter se assustado ao entrar na casa e encontrar os dois corpos. Segundo ele, o agricultor estava morto, com um tiro na cabeça e a arma, um revólver calibre 38, nas mãos. Ele socorreu a sobrinha, que tinha diversas perfurações pelo corpo, mas que antes de perder a consciência contou que tinha discutido com o ex-namorado e que ele decidiu matá-la porque ela não queria reatar o namoro.

O delegado de polícia de Bady Bassit, Ericson Salles Abufales, disse que o agricultor premeditou o crime ao marcar um encontro com o pai de Lucilene no centro da cidade. Com isso, segundo o delegado, Carvalho pretendia ficar a sós com a jovem e já foi ao encontro armado. De acordo com vizinhos, Carvalho e Lucilene mantiveram o relacionamento por pouco mais de um ano, mas o fato de Carvalho, que era separado, ainda morar na casa da ex-mulher tinha revoltado a moça, fazendo com que ela terminasse o namoro.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG