O secretário Estadual de Transportes do Rio de Janeiro, Júlio Lopes, classificou como desumano e inaceitável a violência com que agentes da Supervia, concessionária que opera os trens da região metropolitana, trataram passageiros na estação de Madureira hoje, mas afirmou que muitos passageiros são os responsáveis por atos de vandalismo que depredam os trens. Segundo o secretário, logo que tomou conhecimento do fato, o governador Sérgio Cabral determinou a demissão dos funcionários.

Nesta manhã, alguns passageiros que estavam na estação foram agredidos por socos e chicotadas. Segundo informações da Supervia, alguns deles estavam impedindo que as portas das composições se fechassem, causando a confusão entre os agentes. Ainda de acordo com a concessionária, os agentes são treinados para garantir que as portas se fechem, mas sem força física, salientou a empresa, que informou que "irá apurar rigorosamente os fatos e tomar as devidas providências".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.