Agosto já responde por 53% dos focos de incêndio do ano

No acumulado do ano já foram detectados 20.933 casos

iG São Paulo |

A onda de ar seco que atinge o País continua causando grande quantidade de focos de incêndio detectados no Brasil. De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) no acumulado dos 24 dias de agosto o número de focos (20.933) responde por 53% do total acumulado no ano (39.839 casos).

De acordo com o Inpe, o Estado do Mato Grosso aparece com o maior número de focos de incêndio, com 6.411, seguido por Pará, com 5.074, e Tocantins, com 3.596. Por outro lado, os Estados da região Nordeste registram os menores índices, com apenas um caso no Sergipe e no Ceará, e dois casos contabilizados em Pernambuco e Alagoas.

O Instituto também informou que, embora o aumento no número de focos seja natural para o período entre julho e setembro (época considerada “crítica” devido ao acúmulo de massas de ar seco no País), os números de agosto têm ultrapassado a expectativa.

Segundo o coordenador do Programa Nacional de Combate ao Fogo (Pronafogo), Waniu de Amorim, a meta do Ministério do Meio Ambiente (MMA) para 2010 (que já está em 39.839) é evitar que os casos superem o registrado em 2007, quando foram detectados 189 mil focos.

De acordo com o Inpe, nesta quarta-feira (25) foram identificados 2.051 casos.

    Leia tudo sobre: fogoqueimadasincêndioagosto

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG