Agentes penitenciários de Salvador iniciam operação tartaruga

SALVADOR - Os agentes penitenciários de Salvador prometem para esta sexta-feira e para sábado uma operação tartaruga que inicia a mobilização da categoria para a greve por tempo indeterminado marcada para começar no próximo domingo. O anúncio feito no início da semana foi ratificado quinta-feira em assembléia que terminou no final da tarde.

Agência Nordeste |

Como principais reivindicações da categoria estão a incorporação do valor total da gratificação de serviços penitenciários (GSP), a realização de concurso público no início de 2009 e reintegração de 13 funcionários demitidos há 16 anos por organizar movimento de greve.

O secretário de Administração, Manoel Vitório, afirma que a decisão dos manifestantes, ainda não comunicada oficialmente, pode provocar atitudes severas. Eles devem tomar cuidado, principalmente os Reda, e se prepararem para arcar com conseqüências, como demissões, disse o secretário. Ele disse ainda que a negociação estava sendo feita, mas os agentes não foram à reunião no início desta semana e decretaram greve, bloqueando o processo.

A proposta de reajuste do Governo é de 7% anuais, por três anos. Com relação ao concurso público, Vitório admitiu a possibilidade, mas não falou em prazos. Já com relação às demissões, disse que os casos podem ser analisados e, se houver irregularidade do Estado, a reintegração pode ocorrer.

Leia mais sobre: greve , polícia civil

    Leia tudo sobre: greve da polícia civil

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG