Agentes penitenciários da Bahia paralisam atividades

SALVADOR - Os agentes penitenciários baianos estão com as atividades paralisadas por tempo indeterminado desde o último domingo (14). A decisão pela greve foi confirmada em assembléia na última sexta-feira. São 1.200 agentes em todo o Estado, 500 deles no Interior ¿ em Jequié, Vitória da Conquista e Paulo Afonso.

Agência Nordeste |

Segundo o coordenador geral do Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado da Bahia (Sinspeb), Luiz Alberto Souza, a principal reivindicação da categoria é a realização de um concurso público para contratação de novos agentes. Outras necessidades são a melhoria na segurança das penitenciárias e a redução da carga horária de 48 horas para 36 horas semanais.

João Santana, diretor de comunicação do Sinspeb, também diz que é preciso ocorrer uma incorporação da Gratificação de Serviços Penitenciários ao salário base ¿ a proposta é de que isto seja feito em duas etapas, em 2009 e 2010.

Leia mais sobre: greve da polícia civil

    Leia tudo sobre: greve da polícia civil

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG