Agentes da Supervia confessam agressão a passageiros no Rio e são indiciados

RIO DE JANEIRO - Três agentes de controle da Supervia confessaram à Polícia Civil, nesta sexta-feira, terem agredido passageiros na estação ferroviária de Madureira, na zona norte carioca, na quarta-feira, quando foram filmados por um cinegrafista da Rede Globo.

Agência Estado |

Leonardo Leite de Paula, de 23 anos, Bruno do Espírito Santo de Castro Santos, também de 23, e Rodrigo Raposo Balduíno, de 28, foram indiciados pelos crimes de lesão corporal e constrangimento ilegal, cujas penas podem chegar a um ano de prisão.

O delegado Eduardo Freitas fez um apelo para que outras vítimas do grupo se apresentem. Dependendo das lesões, a pena para os agentes podem dobrar. A MF Serviços, empresa que contratou os agentes, esclareceu que foram demitidos três funcionários, e não quatro, como divulgado inicialmente, porque pelas imagens percebeu-se que o quarto agente acusado na verdade tentava apartar a briga e não agrediu passageiros.

AE
AE
Três agentes demitidos pela SuperVia chegam para prestar depoimento


Durante os depoimentos, o delegado Freitas conseguiu identificar o homem à paisana que também aparece agredindo pessoas. É o agente Jorge Teles, que será intimado a depor na próxima semana. Ainda hoje, são esperados depoimentos de dois policiais militares que estavam de serviço na plataforma.

Leia mais sobre: greve dos ferroviários

    Leia tudo sobre: greve

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG