Agentes da Polícia Federal são condenados por corrupção em São Paulo

MARÍLIA - Dois agentes da Polícia Federal de Marília, no interior de São Paulo, foram condenados por corrupção passiva em Assis, também no interior do Estado. A dupla, segundo o Ministério Público Federal, com auxílio de um advogado e de um estelionatário, tentou obter R$ 60 mil de um usineiro, valendo-se dos cargos.

Agência Estado |

Um agente aposentado da Polícia Federal - condenado a 2 anos e 8 meses de prisão na Operação Lince -, e outro agente - condenado em primeira instância a 9 anos na Operação Oeste -, foram condenados ainda a 4 anos e 8 meses de prisão pelo crime de corrupção passiva qualificada. A sentença é da juíza Elídia Aparecida de Andrade Corrêa, da 1ª Vara Federal de Assis.

Segundo o Ministério Público Federal, com ajuda de um estelionatário condenado e de um advogado, os policiais solicitaram R$ 60 mil de um empresário da cidade de Palmital, na região de Assis, para deslacrar um tanque de álcool que havia sido fechado indevidamente pelos próprios agentes.

Leia mais sobre: corrupção

    Leia tudo sobre: corrupção

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG