AGENDA POLÍTICA-Lula promete anunciar plano de habitação na 4a

BRASÍLIA (Reuters) - Os preparativos para a reunião de líderes do G20 e a expectativa do Planalto para o lançamento do plano nacional de habitação são destaques na agenda política da próxima semana. Em aquecimento para o G20, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva receberá o primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, e ainda se encontra com a presidente do Chile, Michelle Bachelet.

Reuters |

Na pauta devem estar incluídos assuntos ligados tanto à reunião do dia 2 de abril e a crise financeira internacional quanto a mudanças climáticas.

Gordon Brown também vai ao Chile para participar da Cúpula dos Líderes Progressistas, evento que contará com a presença de Lula e do primeiro-ministro espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero. São esperados o vice-presidente dos EUA, Joseph Biden, e o ex-presidente americano Bill Clinton.

Na semana também está previsto o anúncio do plano de habitação do governo, que prevê o financiamento de 1 milhão de casas populares, tendo como foco a população de baixa renda.

Há cerca de quatro meses, o plano é colocado pelo governo como uma medida para ajudar a aliviar os efeitos da crise financeira que vem provocando demissões no país.

Lula, na semana, vai a Salvador --onde participará da 1a Mostra Nacional de Desenvolvimento Regional e deve assumir compromisso de acelerar a redução das desigualdades no Nordeste.

A Câmara dos Deputados anunciou que instalará cinco comissões para debater os reflexos da crise financeira internacional na economia brasileira.

Esses novos colegiados substituem a comissão criada em fevereiro pelo presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP) e irão monitorar os seguintes temas: sistema financeiro, indústria, comércio, agricultura e emprego.

A seguir, os principais acontecimentos da semana.

SEGUNDA-FEIRA

-- Em Pernambuco, Lula vai ao município de Vitória de Santo Antão, onde participa da inauguração de nova unidade produtora da Sadia. Depois parte para Recife, onde vai à inauguração de nova estação de metrô. Em seguida parte para Salvador e participa de cerimônia de balanço do primeiro ano e anúncio dos novos Territórios da Cidadania e as ações para 2009.

-- O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, participa do Seminário de Alto Nível dos Bancos Centrais da Zona do Euro e da América Latina na Cidade do México.

-- Em São Paulo, o presidente do Senado Federal, José Sarney (PMDB-AP), faz palestra promovida pelas Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU) e o UniCEUB-DF com o tema "O Senado da República Federativa do Brasil".

TERÇA-FEIRA

-- Seguindo viagem em Salvador, Lula participa da 1a Mostra Nacional de Desenvolvimento Regional e assume com os governadores compromisso de acelerar a redução das desigualdades no Nordeste.

-- O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, é convidado de audiência pública na Comissão da Amazônia, Integração Nacional e de Desenvolvimento Regional da Câmara dos Deputados, em que serão discutidas ações relativas a prevenção, monitoramento e controle de desmatamento da Amazônia. Devem comparecer a presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), a senadora Kátia Abreu (DEM-TO).

-- O ministro da Educação, Fernando Haddad, é convidado a participar de seminário internacional sobre alfabetização e educação na Comissão de Educação e Cultura da Câmara dos Deputados. Também comparecem o presidente da casa, Michel Temer (PMDB-SP), representante da UNESCO e outros.

-- O ministro da Fazenda, Guido Mantega, e o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, devem participar de audiência pública sobre a cadeia produtiva de carne no Brasil frente à crise no setor.

-- O presidente do Supremo Tribunal Federal, o ministro Gilmar Mendes, é sabatinado pelo jornal Folha de S.Paulo.

-- A Executiva Nacional do PT se reúne em Brasília para debater assuntos internos.

QUARTA-FEIRA

-- Lula faz reunião de coordenação no Itamaraty e mais tarde deve anunciar o plano nacional de habitação.

-- Dia marcado para a Câmara dos Deputados instalar cinco comissões, em substituição à criada em fevereiro pelo presidente da casa, Michel Temer, para debater os reflexos da crise financeira internacional na economia brasileira.

-- Henrique Meirelles deve ir à Comissão de Assuntos Econômicos do Senado para fazer exposição sobre os altos spreads bancários, desvalorização da moeda e política monetária e cambial adotados pelo Brasil frente à crise.

QUINTA-FEIRA

-- O presidente Lula recebe o primeiro ministro do Reino Unido, Gordon Brown, e mais tarde se encontra com o ministro dos Negócios Estrangeiros do Irã, Manouchehr Mottaki.

-- Em São Paulo, os ministros do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, e do Comércio da Suécia, Ewa Björling, falam sobre cooperação industrial, perspectivas de crescimento de investimentos para os próximos anos e incremento do comércio entre Brasil e Suécia.

-- O diretor-executivo do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (UNAIDS), Michel Sidibé, faz visita à Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, e se encontra com parlamentares do colegiado, da frente parlamentar pela cidadania LGBT entre outros.

-- O ministro Fernando Haddad é convidado de audiência pública na Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara dos Deputados para debater as relações entre as instituições públicas ligadas ao Ensino Superior no Brasil.

FINAL DE SEMANA

-- Na sexta-feira, o presidente Lula se encontra com a presidente do Chile, Michelle Bachelet, e no dia seguinte participa da Cúpula de Líderes Progressistas.

(Reportagem de Ana Paula Paiva)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG