BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva passará a próxima semana em viagens à Itália e a Washington para tratar de acordos de cooperação, encontros empresariais e da crise econômica global. Roma será a primeira parada de Lula, onde terá encontros com o presidente da Itália, Giorgio Napolitano, e com o primeiro-ministro, Silvio Berlusconi, para assinatura de acordos bilaterais.

Ainda na capital italiana, Lula terá audiência com empresários, quando falará sobre as oportunidades de investimento oferecidas no Brasil pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

No Vaticano, o presidente será recebido pelo papa Bento 16. No encontro, Lula debaterá temas como o combate à fome e à pobreza, a paz no mundo e respeito aos direitos humanos.

Em seguida, o presidente Lula parte para os Estados Unidos onde acontecerá a reunião de cúpula do G20. A reunião foi convocada pelo presidente americano George W. Bush para tratar da crise econômica.

O G20 reúne países, de economias desenvolvidas e emergentes, seguir: África do Sul, Alemanha, Arábia Saudita, Argentina, Austrália, Brasil, Canadá, China, Coréia do Sul, Estados Unidos, França, Índia, Indonésia, Itália, Japão, México, Reino Unido, Rússia e Turquia, além da União Européia.

Um encontro prévio de ministros de Finanças e presidentes de Bancos Centrais acontece neste fim de semana em São Paulo.

No Congresso Nacional, continua na pauta dos parlamentares as medidas para conter os efeitos da crise no Brasil. É possível que nesta semana os deputados votem a medida provisória 443, que autoriza o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal a comprarem bancos e empresas brasileiros. A possibilidade de votação está na pauta da Câmara.

Veja, a seguir, os principais eventos políticos da próxima semana.

SEGUNDA-FEIRA

-- Em Roma, o presidente Lula participa de cerimônia de chegada com o presidente da Itália, Giorgio Napolitano. Depois visita os presidentes da Câmara e do Senado italianos e, mais tarde, Napolitano oferece jantar a Lula.

TERÇA-FEIRA

-- Lula participa de audiência à delegação empresarial brasileira na embaixada do Brasil e vai ao seminário "Nova Economia, Nova Democracia". O presidente ainda se encontra com o primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, e participa de reunião empresarial sobre oportunidades de investimentos no Brasil.

-- Está prevista a votação pelo Senado da MP 442 que dispõe sobre operações de redesconto pelo Banco Central.

-- Na Câmara, os deputados podem votar a MP 443 que autoriza o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal a comprarem bancos brasileiros.

QUARTA-FEIRA

-- Lula visita prefeito de Roma, Ganni Alemanno e participa de audiências a políticos e empresários na embaixada do Brasil.

QUINTA-FEIRA

-- Antes de partir para Washington, Lula se encontra com o papa Bento 16.

-- Reunião da Executiva Nacional do partido Democratas em Brasília.

SEXTA-FEIRA

-- Em Washington, o presidente Lula vai a jantar com o presidente norte-americano, George W. Bush, e outros participantes do G20 na Casa Branca.

SÁBADO

-- Lula participa da reunião de cúpula do G20.

(Reportagem de Ana Paula Paiva; Edição de Carmen Munari)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.