AGENDA POLÍTICA-Lula acerta posse de Minc e vazador vai a CPI

SÃO PAULO (Reuters) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva encontra na segunda-feira o novo ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc (PT-RJ)), que substituirá Marina Silva. Minc, secretário de Ambiente do Estado do Rio de Janeiro, fez exigências que tornou públicas para aceitar o cargo, como mais recursos para o ministério e ausência de pressões políticas para concessão de licenças ambientais.

Reuters |

Ele também quer que a coordenação do Plano Amazônia Sustentável (PAS) fique com o Meio Ambiente e não com o ministro Mangabeira Unger (Assuntos Estratégicos), indicado por Lula para a função.

Na sexta-feira, Lula participa, em Brasília, de cúpula presidencial da União de Nações Sul-Americanas (Unasul). A reunião estava prevista para março, em Cartagena das Índias, na Colômbia, mas foi adiada pela crise entre Colômbia e Equador.

Além dos estatutos da Unasul, a reunião poderá aprovar a criação do Conselho Sul-Americano de Defesa, que vem sendo defendido pelo Brasil.

A semana terá ainda o depoimento na CPI mista dos cartões corporativos de José Aparecido Nunes Pires, ex-secretário de Controle Interno da Casa Civil, e de André Eduardo Fernandes, assessor do senador Álvaro Dias (PSDB-PR).

Investigação interna da Casa Civil indica que Aparecido enviou por e-mail para Fernandes dados sobre os gastos com cartões corporativos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Com os depoimentos, a oposição quer saber quem ordenou a confecção do suposto dossiê.

Aparecido, que pediu exoneração da Casa Civil e deve retornar ao Tribunal de Contas da União (TCU), foi indiciado nesta sexta-feira pela Polícia Federal, que investiga o caso.

Ele terá de depor na CPI sem a proteção pedida ao Supremo Tribunal Federal, que negou ação para que ele pudesse permanecer calado no depoimento.

A seguir os principais eventos da semana.

SEGUNDA-FEIRA

-- O presidente Lula tem encontro com Carlos Minc, escolhido para o Ministério do Meio Ambiente.

TERÇA-FEIRA

-- Depoimento às 9h30 na CPI dos cartões corporativos de José Aparecido Nunes Pires, ex-secretário de Controle Interno da Casa Civil, e de André Eduardo Fernandes, assessor do senador Álvaro Dias (PSDB-PR).

-- O presidente Lula cumpre agenda no Estado de São Paulo.

Na capital, em Santos e Santo André, participa de atos que marcam o início das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Em São Paulo, o evento será realizado na favela de Heliópolis, na zona sul.

SEXTA-FEIRA

-- O presidente Lula participa da 3a Cúpula Presidencial da União de Nações Sul-Americanas (Unasul), em Brasília.

NA SEMANA

-- O Senado tem 13 medidas provisórias trancando a pauta de votações, entre elas a que reajusta a salário mínimo para 415 reais e a que eleva a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL). O presidente do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN), disse que deve ser possível votar cinco delas.

-- Sem MPs impedindo a votação, a Câmara dos Deputados definiu uma pauta ampla de projetos que inclui a criação de cotas para negros, índios e alunos de escolas públicas em universidades federais; a PEC dos Vereadores, que define a composição das câmaras municipais; a PEC da Juventude e o projeto de lei que trata do cadastro positivo de crédito de empresas e pessoas físicas.

(Reportagem de Carmen Munari)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG