BRASÍLIA - O ex-diretor-geral do Senado Agaciel Maia está depondo, neste momento, para a comissão de sindicância criada para investigar as irregularidades administrativas na Casa, entre elas as dos atos administrativos que não foram publicados, conhecidos como atos secretos. Agaciel está sendo ouvido há quase três horas pelos servidores que integram a comissão.

Se a comissão concluir que o ex-diretor-geral foi o responsável pelas irregularidades envolvendo os atos administrativos que não foram corretamente divulgados, Agaciel poderá ser demitido do quadro de servidores do Senado.

AE
Agaciel Maia, ex-diretor-geral do Senado, presta depoimento na Polícia Legislativa

A comissão que investiga as irregularidades administrativas foi criada pelo senador Demóstenes Torres (DEM-GO). Ele descobriu que, sem o seu conhecimento, uma funcionária foi nomeada e depois exonerada de seu gabinete.

Leia também:

Leia mais sobre:  Agaciel Maia

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.