África do Sul declara luto oficial pela morte de Miriam Makeba

Johanesburgo, 13 nov (EFE).- O presidente da África do Sul, Kgalema Motlanthe, declarou luto oficial pela morte da cantora Miriam Makeba de hoje até o dia da cremação de seu corpo, data que ainda não foi definida.

EFE |

Bandeiras serão expostas nos edifícios oficiais e embaixadas sul-africanas de todo o mundo para "honrar a contribuição de Makeba à luta contra o apartheid através de sua música e de seu incansável compromisso com os assuntos humanitários".

"Seu espírito seguirá vivo nos corações de todos (...) por sua importante contribuição à formação de uma África do Sul e de um mundo melhores para viver", disse Motlanthe na declaração.

A cantora sul-africana, conhecida mundialmente como "Mama Afrika", foi nomeada embaixadora honorária pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1999, e era Embaixadora da Boa Vontade da África do Sul.

Miriam Makeba morreu na segunda-feira passada, aos 76 anos, na localidade de Castel Volturno, no sul da Itália, por causa de uma parada cardíaca após um concerto contra o racismo e a máfia. EFE hc/ab/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG